A vida quis mudar

Os dedos se soltaram

Tudo ficou seco e árido

Respiração baixa

Poucas vozes por perto

Me fechei em mim para encontrar respostas além

Fiquei lá

Atento

Parado

Olhos fechados para todo o mundo

Fui atingido nos últimos dias. Uma lança bem forte conseguiu me parar

Me salvaram do pior mas levarei uns dias até ficar em pé

O combate foi violento

Tive que me defender com toda a minha atenção

E mesmo assim fui atingido

Desde então estou refletindo

Afinal quando eu estiver de pé novamente me certificarei mais ainda para que nunca mais me derrubem

E eu sou o melhor nessas coisas

Planejar recomeços

Mas saiba que antes de ser atingido, recebi uma carta

Com palavras do mundo

Dizia assim

Siga

Olhe para trás

E siga muito para frente

Aí dentro há um libertário voador

Que nunca perdeu guerras

Existem guerreiros que são 30 homens em um só corpo

E são esses os mais solitários

Mesmo com uma multidão dentro de si

E todas as missões num só corpo

Não me ofereceram ajuda. E quando me salvaram não ofereceram também, apenas salvaram mesmo. E eu lá

Desacordado

Como se eu tivesse deixado de existir

O golpe foi um espasmo do guerreiro inimigo

Ele era um dragão

Os dragões lutam com os felinos desde que descobriram onde moram

É um planeta lindo

Tão diferente do deserto dos dragões

Faltam recursos por lá

Esgotaram tudo

E agora me resta estas lembranças

Ninguém sabe das coisas todas

O passado é como um velho grito

Que não se escuta mais

Nenhum ruído ecoando

Depois de uns dias eu melhorei. Consigo até voar novamente

Mas não sei como sair desta.

A vida tem me surpreendido com essas coisas de guerrear.

Igor Florim